segunda-feira, 6 de abril de 2009

O DESAFIO DE APRENDER A PENSAR

Autor : Sonia Bittencourt Oliveira Publicado em: fevereiro 01, 2007
As escolas brasileiras exigem até hoje a memorização de dados e de conteúdos padronizados em vez de uma educação voltada para o desenvolvimento crítico e reflexivo dos alunos, nesta visão os alunos são submetidos a exercícios mecânicos de repetição que coíbem o desenvolvimento do pensamento autônomo, acarretando na formação de sujeitos alienados que não exercerão na sua plenitude de seus direitos de cidadão. Enumeras empresas reclamam de jovens que não tem vocação para os trabalhos, isso se deve ao modelo de educação tradicional, que não ensina aos alunos a serem protagonistas da própria aprendizagem nem muito menos os incentiva a se arriscar. A LDB (Leis de Diretrizes e Bases) e os PCN’s (Parâmetros Curriculares Nacionais) exigem uma nova proposta pedagógica que promova a formação de sujeitos críticos aptos a busca de novos caminhos criativos, para que isso ocorra é necessário que aconteça uma redefinição radical dos pensamentos dos educadores em relação ao modelo educacional trabalhado, pois a grande maioria está ciente e convencido de que esse modelo tradicional supostamente “funciona”, reformas educacionais isoladas não irão resolver nada, é necessário que os educadores revejam as suas metodologias de ensino para poder assim, formar cidadão críticos capazes de fazer historia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário