quinta-feira, 27 de maio de 2010

A Mentira e suas Consequências

A mentira e suas consequências
A quem pense que a mentira não tem tanto “mau resultado” como parece.
Ela pode até iludir temporariamente, mas amanhã, com certeza, terá suas conseqüências.
Quantas mulheres estão ansiosas por encontrar o homem da sua vida...

Ele enfim aparece, e ela se entrega por inteiro, deixando que essa entrega vá muito mais além do seus princípios morais lhe alertam. Para não o perder, para ser a melhor opção para ele, ela não tem capacidade de dizer “não” aos seus impulsos, e cai na armadilha de seus sentimentos.
Em nossa sociedade, não é anormal ter relações sexuais antes do casamento, mas em algumas culturas e meios sociais, ainda é atípico ficar grávida e não estar casada.
Engraçado, não é? Como a própria sociedade cai no rol da mentira. Querem enganar a quem? Querem ter a liberdade de ter relações sexuais, mas não aceitam o risco de uma gravidez. Já que a sociedade apóia tanto as relações íntimas, por que não esperam o fruto disso?
Muitos vão “levando a vida” lado a lado com a mentira, mas dizem que odeiam falar a mentira, e acabam praticando a mentira.
É como a menina solteira que se apaixona, se entrega e logo em seguida está grávida.

Agora vem a dor por sentir que perdeu a sua liberdade, vem a dor da rejeição e até mesmo é abandonada. O tal namorado que a seduziu, agora a deixou. Sente-se traída e usada! Mas, eu pergunto: Ele assumiu algum compromisso com ela? Ela esperou o momento certo para que ele provasse que a amava, fazendo uma proposta de casamento? Não foi isso que ela semeou na relação entre ambos, se entregando antes do tempo?
A verdade é que ela espera receber o amor de alguém, que se comprometa, mas ela age sem compromisso.
Outro caso: Muitos vivem de festas, baladas, bailes funk e etc... Há uma alegria, diversão, e toda sorte de liberdade nesses ambientes. Por lá, tudo pode! Não há nada que seja proibido. O prazer anda solto! A bebida, o vício, a dança, as amizades e etc...
Mas quando chegam em casa, caem em tristeza, no vazio e na inquietação. Na semana seguinte, voltam a mesma prática, às mesmas coisas. E vivem mostrando por aí que a vida é para se curtir! E realmente até curtem uma alegria temporária, mas que nunca permanece!
Vivem de ilusão. Mostram aos demais que isso é que é desfrutar a vida! Agem na emoção, aos poucos sendo destruídos internamente, sem que ninguém veja o quão infelizes em realidade são.
E seus familiares vivem constantemente em pânico, devido aos vícios que este adquiriu, desde que embarcou nesta aventura do livre acesso, da vida solta. E o mau comportamento? Sem comentários. Não têm a mínima responsabilidade! Não têm nada estruturado. E aos poucos, vão ferindo a quem mais os ama.
Vivem uma mentira! Vivem se iludindo! Se enganam e são enganados também!
----Não seja um deles!----
Se você está vivenciando uma mentira ou uma ilusão, não quero que se sinta mal, quero que reflita, porque você é a única pessoa que pode parar este sofrimento, quando você muda de direção, indo para o caminho que lhe vai trazer a verdadeira paz que tanto almeja. E por isso, eu digo:
Não fale apenas a verdade, mas seja verdadeiro. Seja realista com tudo, pois quem está disposto a isso, não vive de ilusão, nem se baseia nas emoções. Controle seus impulsos.
E não se preocupe pelo que já passou, mas aprenda dos seus erros, e não cometa-os novamente, para o seu próprio bem!
----Há quem diga que errar é “humano”: Mas mentir é errar conscientemente.----

Dia dos namorados- Huuummmm


DELICIAS PARA O DIA DOS NAMORADOS...Huuuuuummmmmmmm

Estas são algumas idéias de enfeites , para decorar a mesa ou um cantinho em especial e dar um clima mais romântico para o esse dia especial.
Esse barquinho de papel do blog Green Jello é bem fácil de fazer e você pode enchê-lo de bombons.
A sugestão é de tata a mais nova seguidora deste blog- Bjs carinhosos pra voce Tata Souza

sábado, 22 de maio de 2010

Móbile de corações

Que tal enfeitar a casa nesse Dia dos Namorados com um móbile cheio de corações românticos? Aqui a ideia é com papel colorido mas você também poderá criar o seu com feltro, eva, tecido, etc.
Materiais: papéis coloridos; tesoura; botões coloridos; cola branca; purpurina; linha de crochê; tule vermelho.

Execução:
1 – Com a tesoura corte a linha de crochê no comprimento que deseja para seu móbile;
2 – Corte também os corações nos papéis coloridos em vários tamanhos mas todos devem ser em pares;
3 – Faça um planejamento de como vai ficar o seu móbile distribuindo os corações e os botões ao lado da linha;
4 – Depois comece a colar na linha os corações, colando-os de dois em dois (avesso com avesso) e deixando a linha no meio. Cole também os botões, misturando-os com os corações;
5 – No final da linha coloque um botão para que faça peso;
6 – Enfeite os corações e os botões com purpurina;
7 – Amarre o móbile num pedacinho de tule vermelho e amarre esse tule onde você desejar ter o móbile.
Fonte: Little Birdie Secrets

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Histórias para evangelismo: TODAS AS RAÇAS

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigênito,para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).
Textos adicionais: Atos 8:26-40; 10:34; Efésios 4:6.
Material Necessário1 pacote de cada tipo de feijão (feijão preto, feijão branco, feijão carioquinha, feijão jalo, feijão vermelho, soja)
1 figura de Jesus em pé
1 tigela transparente
Papel cartão
Tesoura
Cola
Modo de Preparar
Cole a figura de Jesus em papel cartão e recorte o contorno (a figura deve ter aproximadamente 25 cm de altura).
Use uma tigela transparente para que se possa ver seu conteúdo.
Os feijões deverão estar em pacotes separados.
Mensagem
Conte a história de Filipe e o etíope, dando ênfase ao desejo e às necessidadesdo etíope e ao fato de Filipe haver sido enviado para ajudá-lo. À medida que for contando a história, pegue um feijão branco e mantenha-o à vista enquanto segue falando. Ele representa Filipe. A seguir, segure na outra mão um feijão preto, representando o etíope.
Quando terminar a história, coloque os feijões na tigela.Esta tigela representa o nosso mundo, com todas as raças existentes.
Feijão BrancoEste feijão representa os anglo-saxões, americanos, ingleses, alemães. Todas as pessoas da raça branca necessitam de Jesus, pois não há outro meio de salvação a não ser em Cristo Jesus.Feijão VermelhoEste feijão representa os índios, que também necessitam de Cristo. Se não pudermos ir até onde eles estão, podemos dar nossas ofertas para que outros possam ir e falar a eles do amor de Jesus.Feijão preto
Há também pessoas de pele negra que necessitam de Jesus. Lentamente, despeje os feijões pretos na tigela e fale a respeito da necessidade que os africanos também têm de conhecer Jesus. Vá acrescentando os outros tipos de feijões, ao falar das diferentes raças que também necessitam conhecer Jesus.
Feijão carioquinhaPessoas de pele parda, como os hindus na Índia, que necessitam de alguém que lhes explique o evangelho.
Feijão Jalo e soja
Representam os chineses, japoneses, coreanos e todos as pessoas das ilhas orientais pertencentes à raça amarela. Não podemos ir até essas pessoas, mas elas também necessitam de Cristo. Todas as nações necessitam do Evangelho e das boas novas que Filipe transmitiu ao etíope naquele dia, há tanto tempo.
Você deseja, assim como Filipe, falar às pessoas do amor de Jesus?
Retire um feijão da tigela, de qualquer cor, e explique que Cristo morreu em favor de cada pessoa, não importa a sua cor. Com a mão, misture os feijões. Fixe a figura de Cristo no centro da tigela e então leia João 3:16. Peça para as crianças repetirem o verso e a seguir cante com elas: “Cristo ama as criancinhas”.
REFLEXÃO
Deus ama todas as crianças. Em toda a Sua Criação podemos perceber claramente a sabedoria e criatividade divinas ao misturar as cores, formas, tamanhos, movimentos e sons.
Cada obra criada por Deus revela a grandeza da Sua criatividade e é por isso que nós não somos iguais. Para Deus, todos somos importantes, não importa o nosso tamanho, nossa voz, o sexo, a cor, a fisionomia etc.
Deus não se agrada quando excluímos alguém. Ele nos ama a todos, igualmente, e deu o Seu filho para salvar a todos.
Quantos gostariam de agradecer a Jesus por esse grande amor?
Preciosidade do blog:http://ministerioinfantilsemjesusnaoda.blogspot.com- Eu sigo siga vc tbm

OBEDEÇA AO CHAMADO DE DEUS

Como, em muita prova de tribulação, houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza superabundou em riquezas da sua generosidade. (2 Coríntios 8.2)Que contraste! Como os membros de uma igreja, tomada pela pobreza, puderam superabundar em riquezas da sua generosidade? Saiba que qualquer um pode cumprir a missão que lhe confiou o Senhor, basta crer.

ALGUNS EXEMPLOS DE FÉ – Em todas as páginas das Escrituras, vemos que o segredo da vitória é crer.

Abraão acreditou no Senhor quando foi chamado para ir a certo lugar que o Senhor iria mostrar-lhe (Gênesis 12.1; Hebreus 11.8). Esse servo do Senhor caminhou na terra como peregrino e forasteiro, e sua semente herdou o lugar da promessa (Gênesis 12.7; Hebreus 11.13).

Moisés enfrentou o plenipotenciário Faraó e seu império e tirou da escravidão do Egito os filhos de Israel, os quais, na época, eram compostos de, aproximadamente, 600 mil homens, fora as mulheres e crianças (Êxodo 12.37).

Em todos os tempos, Deus precisa de pessoas que creiam no que Ele fala e Lhe obedeçam.

CHAMADOS POR DEUS – Muitas vezes, perdemos as bênçãos por acharmos que não temos condições de cumprir o que nos está sendo colocado como missão. Ora, isso não deve acontecer! Precisamos saber que, por nós mesmos, não podemos fazer coisa alguma, mas a Palavra enviada a nós, chamando-nos para uma obra, tem o poder de nos equipar para cumprirmos o que nos cabe.
No caso dos macedônios, mesmo em meio a muita prova de tribulação, eles não se intimidaram e não acharam que estavam impossibilitados de realizar aquilo que, na sabedoria divina, foi-lhes confiado, mas manifestaram abundância de alegria. É assim que devemos servir a Deus.

Por terem tido abundância de alegria, a profunda pobreza deles conseguiu um prodígio, superabundando em grandes riquezas da sua generosidade. Dessa forma, cumpriram o que lhes foi ordenado e, por certo, foram recompensados.
Assim, nunca diga: “Não posso, não dá ou não vou conseguir”. Aquilo que o Altíssimo destinou como sua missão ou de sua família, faça-o. Quando colocamos as “mãos na massa”, Deus passa a atuar. Tendo os nossos braços cruzados, os do Senhor também não operarão em nosso favor. No entanto, quando vem a Palavra dEle, isso significa que Ele já Se colocou à nossa frente.
Tudo o que temos de fazer é seguir as orientações do Senhor.

domingo, 2 de maio de 2010