quarta-feira, 27 de maio de 2009

Inspire-se nas grandes mulheres da Bíblia

Aprendendo lições com as mulheres mais marcantes do livro sagrado dos cristãos
"Entrando o anjo onde Maria estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Maria, não temas, porque achaste graça aos olhos de Deus" (Lucas 1:28-30)
Débora,
À frente do próprio tempo era uma dona-de-casa comum, mas foi escolhida para ser juíza.
Foi a única mulher das escrituras sagradas a ocupar um cargo político com excelência.
Ela se definia como "mãe de Israel” e fazia de tudo para o bem da nação (Juízes 4:4-16). - Principais virtudes - Débora era bastante virtuosa: mãe de família, profeta, temente a Deus e líder militar. Traçou estratégias de batalha e conquistou muitas vitórias para Israel na época dos juízes. Foi a libertadora do povo hebreu em tempos de guerra contra os cananeus. - Características • Líder Ela não se intimidou por ser mulher e ganhou o respeito dos líderes de Israel. • Estrategista: Débora sempre buscava maneiras de combater os inimigos buscando inspiração junto ao Senhor e, por isso, tinha êxito em tudo que fazia. •
Conselheira: Era preocupada com as pessoas e sempre dava conselhos, discutindo e sugerindo soluções para quem estava com problemas. -
Seja como Débora Ela é a prova de que uma mulher pode ser profissional e dona-de-casa ao mesmo tempo. Para imitá-la, procure ser atenciosa e justa. Administre bem o seu tempo e não tome decisões sem antes planejar tudo direitinho.
Ester-
A corajosa. Foi a rainha mais importante que Israel já teve. Judia e órfã, ela foi criada por um parente. Quando se casou com o rei Assuero, Ester fez de tudo pelo povo judeu. Tem um livro da Bíblia só dela.
- Principais virtudes Ester: Descobriu um plano para exterminar todos os judeus. Ela se preparou espiritualmente com um jejum de três dias e orações. Ao final do período, Ester revelou ao rei que era judia e conseguiu salvar o povo. - Características • Sábia Diante de uma situação difícil ela não se desesperava: buscava soluções em Deus para tomar decisões. • Destemida Não ficou com medo de agir para salvar os judeus. Era ousada e inteligente, e tinha uma fé admirável.
• Humilde Em vez de se mostrar a dona da razão, ela procurava respeitar a opinião dos outros. - Seja como Ester Não aja por impulso, procure sempre orar antes de tomar as suas decisões. Ester também era muito atenciosa.
Sara-
A esposa perfeita. Esposa de Abraão, o primeiro dos patriarcas bíblicos.
Deus prometeu a Abraão um filho que daria origem a todo o povo de Israel. Sara foi a mulher escolhida para dar à luz essa criança. Ela era chamada de “mãe de multidões” e vista como o modelo ideal de mulher casada.
- Principais virtudes Sara era estéril e mostrou ter muita fé quando não desistiu de ter o filho que o Senhor lhe prometeu. Ela perseverou na crença e, aos 90 anos, deu à luz Isaque, que era o herdeiro da promessa feita a Abraão.
Por isso, ela é a única mulher mencionada entre os heróis da fé (Hebreus 11:11), pessoas que exercem influência até hoje, como Moisés e Davi.
- Características • Dedicada O filho e o marido dela podiam sempre contar com ela. Ela estava ao lado deles em qualquer situação. Acompanhava Abraão em todas as viagens.
• Fiel a Deus, Sara não desistia fácil das promessas de Deus e procurava fazer as vontades dele. • Alegre Ela recebia as pessoas em casa com felicidade e as servia com prazer.
- Seja como Sara Não desista nunca dos seus sonhos.
Seja confiante em Deus e nas promessas dEle.
Coloque sua família em primeiro lugar, seja companheira e procure ter os mesmos objetivos que o seu marido.
Rute-
A companheira fiel Rute era casada com o hebreu Malom e se dava muito bem com a sogra, Noemi. Quando ficou viúva, se apegou muito à sogra, a ponto de acompanhá-la até Belém.
Lá, se casou com Boaz e reconstruiu a própria vida.
Jesus é um dos descendentes de Rute.
- Principais virtudes: A amizade, a fidelidade, a dedicação e o desprendimento. Fez um dos mais lindos votos de amizade à sogra. “Onde quer que pousares, ali pousarei eu. O teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus” (Rute 1:16).
- Características • Amiga Tratava bem a todos e era muito carinhosa.
• Responsável Trabalhava em campos de cevada e nunca reclamava do trabalho, fazendo o melhor.
• Confiável Procurava ser honesta e íntegra nos afazeres diários.
Tinha uma boa reputação e chamava a atenção dos chefes por isso.
- Seja como Rute Ela era uma mulher muito doce e competente.
Para agir como Rute, seja íntegra em tudo que fizer: trabalho, casamento e família.

Conteúdo do site
ANAMARIA

Um comentário:

  1. Muito lindo esse texto que fala sobre as mulheres da Bíblia . Mas graças a deus ainda em nosso tempo existem mulheres que seguem debaixo dessa graça de Deus, mesmo em nosso tempo. cito aqui , porém uma em especial que marcou época, Suzana Wesley. Veja um trecho de sua história.
    "Foi esposa exemplar e mãe modelo. Como esposa sempre esteve pronta para seguir o marido e secundá-lo em todas as ocasiões e provas. Por ele esteve disposta a submeter-se aos maiores sacrifícios e a defendê-lo de qualquer ataque que alguém ousasse fazer-lhe. Em todo sentido foi grande ajudadora, tanto em sua vida como em sua obra. Como mãe, extremou-se em dispensar aos filhos o melhor e mais nobre do que é capaz de oferecer a religião cristã. Talvez tenha sido mui severa e rígida em seus métodos educativos. Todavia, o importante é que adotou um método e, acima de tudo, um método digno dirigido para um fim elevado. Acostumava os filhos a ter horas marcadas para cada dever, e ela foi a única professora que cada um deles teve na aldeia de Epworth. Seu filho Samuel foi o único a quem providenciaram professor particular durante a infância.

    Para Susana, o supremo no lar era a religião. Preocupava-se com extremo zelo pela educação religiosa dos filhos. Esta foi a razão por que os filhos varões chegaram a ser personagens tão distintos e úteis para o mundo todo. Separava, além das devoções familiares, uma hora semanal para cada um deles. No ano 1712 escreveu a seu esposo:

    "Resolvi começar com meus próprios filhos e, portanto, me propus observar o seguinte método: Tomo, da porção de tempo que posso economizar cada noite, o necessário para discorrer com cada um deles, separadamente, acerca do que seja sua principal necessidade. Segunda-feira conversava com Molly, terça-feira com Hetty, quarta-feira com Mary, quinta-feira com Jacky, sexta-feira com Patty, sábado com Carlos e domingo com Elimia e Sukey juntas." (8)

    Como vimos, a noite dedicada a João era a quinta-feira. Podemos imaginar a influência que isso teria sobre sua jovem vida. Foi nesse mesmo ano quando escreveu essa carta, que começou a ter reuniões em sua casa enquanto o esposo estava ausente durante vários meses. Surpreendentemente a freqüência foi crescendo cada vez mais em número. Às vezes mais de duzentas pessoas vieram ouvir suas exortações e a leitura de sermões."

    http://www.metodistavilaisabel.org.br/artigosepublicacoes

    ResponderExcluir