terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Dinamica

As dinâmicas servem para trabalhar com os alunos de forma que participem mais, os temas sejam trabalhados de forma mais descontraída e que eles possam dialogar e refletir

sobre o assunto exposto.
ENSINO MÉDIO

Desenho dos pÉs
objetivos: socializar, integrar, perceber a necessidade de assumir compromissos, crescer, valorizar-se.material: uma grande folha de papel e lápis colorido para cada participante.como fazer:1. o animador motiva os participantes a desenharem num grande papel o próprio pé.2. em seguida, encaminha a discussão, de forma que todos os participantes tenham oportunidade de dizer o que pensam.a. todos os pés são iguais?b. estes pés caminham muito ou pouco?c. por que precisam caminhar?d. caminham sempre com um determinado objetivo?e. quanto já caminhamos, lembrar de pessoas que lutaram por objetivos concretos e conseguiram alcançá-ios.3. terminada a discussão, o animador convida a todos que escrevam no pé que desenharam algum compromisso concreto que irão assumir.
ENSINO FUNDAMENTAL - SERIES FINAIS
Uma viagem atrapalhada
Arrume as malas:vamos usar um pouco de imaginação. dentro de algumas horas você vai viajar para uma ilha não civilizada para morar lá durante alguns anos. a viagem é longa, mas seu navio não permite que leve muita bagagem. apenas dez objetos podem ser carregados. estes objetos podem ser de qualquer tamanho, peso ou valor.trata-se de mais uma esquisitice dessas companhias de navegação. não tem jeito, e mesmo com toda a argumentação possível a única solução é começar a fazer sua lista dos dez objetos que você considera mais importantes. de certa forma, isto vai acabar revelando seus valores. a única coisa que pode levar fora da lista, é a bíblia.anote no papel qualquer coisa que lhe venha à mente. pode ser o carro, o cão de estimação, fogão, televisão, material de costura, etc. qualquer coisa. uma dica é que ao confeccionar sua lista, lembre-se de que o lugar não é civilizado e totalmente sem recursos.um inconveniente de última hora:agora que você tem tudo organizado, devidamente encaixotado, embarcado e encontra-se já em alto mar, surge um problema de última hora. sérias avarias no navio obriga toda a tripulação a aliviar a carga. o comandante ordena que você jogue cinco objetos de sua lista no mar. a decisão é difícil, mas tem que ser obedecida. agora faça uma nova lista e fique apenas com aqueles objetos que considera de maior valor.
compartilhe sua decisão:forme grupos de três a cinco pessoas e cada um diz quais foram as cinco coisas com as quais escolheu ficar e quais resolveu jogar fora. todos devem explicar o porquê da sua escolha. neste momento todos acabarão por revelar quais são os seus maiores valores atualmente.alguém podem ter escolhido um trombone por gostar demais da música. outro levaria o cachorro por gostar de brincar com ele. o compartilhar poderá ser feito com todos juntos se assim preferirem.uma pessoa regenerada procurará colocar deus em primeiro lugar. isto afetará todo o seu sistema de valores. "quem está em cristo, é nova criatura" (2co.5.17). quando escolhi os valores do reino, todas as minhas decisões devem ter por detrás delas agradar a deus. se foi esta a motivação da sua escolha, tudo bem. de qualquer forma, é bom que o restante do grupo saiba do que realmente gosto.iluminação bíblica:"pois, se vivemos, para o senhor vivemos; se morremos, para o senhor morremos. de sorte que, quer vivamos quer morramos, somos do senhor" (rm.14, 8).
DinÂmica de GRUPO
objetivos: mostrar que o trabalho em "Grupo" é importantíssimo para o grupo, pois sai muito mais bem feito, do que individualmente.observação: não revelar o objetivo da dinâmica antes de sua ução. explicar para o grupo, somente, que vai ser feita uma dinâmica).material:folhas de jornalcomo fazer: 1. divide-se o grupo em 2 menores. 2. divididos, o grupo a, desloca-se para uma sala, sem contato com o grupo b.3. após a saída do grupo a, o grupo b será dividido assim:a. cada um (individualmente) receberá um papelzinho escrito, contendo uma parte do corpo humano, (cabeça, orelha e, orelha d, olho e e olho d, boca, nariz, pescoço, tronco, braço e. e braço d., mão e. e mão d., perna e. e perna d. e pé e. e pé d.), que não pode ser mostrado para mais ninguém, só aquela pessoa vai saber qual é.b. este se retira para algum canto da sala ou para outro local, sem fazer contato com os outros, e começa a recortar com o jornal e a mão livre (sem uso de ferramentas) a parte do corpo que lhe coube.c. por exemplo: a cabeça. e assim por diante com todo o grupo b, cada um fazendo a sua parte, mas sem saber o que o irmão estará recortando, nem em que tamanho.4. enquanto isso o grupo a, que estará em outro local, também recebe a tarefa de com as folhas de jornal e a mão livre, sem utilizar tesouras ou réguas, fazerem juntos um grande boneco, tamanho natural - cabeça, orelha e e d, olho e e d, boca, nariz, pescoço, tronco, braços, mãos, pernas e pés. - parte por parte.
5. quando os dois grupos terminarem as suas tarefas, pede-se para que todos se reúnam no mesmo local, mas com suas peças todas escondidas.
6. chama-se primeiramente o pessoal do grupo b, pela ordem das peças, por exemplo, quem fez a cabeça, depois os olhos, depois o nariz, as orelhas, e etc.. e vai afixando-se parte por parte num quadro negro, ou parede. vai surgindo um belo boneco, todo torto, com pernas e braços disformes.
7. concluído, chama-se primeiramente a pessoa que fez a cabeça do grupo a, e repete-se a mesma seqüência. ao final o boneco do grupo a será mais bonito, com pernas, braços, tronco.. etc.. tudo mais uniforme, destoando do boneco do outro grupo.conclusão:explicar que o grupo que fez tudo em conjunto (a) fez um trabalho melhor e mais apresentável, e o que fez individualmente, apresentou um resultado ruim, pouco satisfatório.isto tudo ressalta a importância de que os trabalhos feitos em conjunto, "comunidade", são os que apresentam os melhores resultados.
Ensino fundamental séries Iniciais
1) trÊs cafÉs da manhà diferentes
objetivos: sentir vivencialmente o problema social. especialmente a fome e a exclusão.material: três mesas contendo em uma um café completo (suco, frutas, frios) em outra um café da manha normal e na última um café da manha fraco que não seja o suficiente para todos.como fazer:
1. antes dos participantes do curso chegarem para o café da manhã prepara-se as mesas com o café da manhã completo, normal e fraco (inclusive faltando talheres, copos, guardanapos).2. deve haver alguém previamente acertado para ser o "conciliador" nas mesas onde vai faltar comida.3. quando as pessoas chegarem para tomar o café da manhã, podem sentar onde quiserem.4. normalmente as pessoas não se dão conta do que está acontecendo até que os 'marginalizados' querem ir até a cozinha para pedir o que falta.5. o "conciliador" deve se oferecer para ir até lá e ao regressar, procura acalmar as pessoas sem resolver o problema da fome.6. alguém de fora deve tomar nota do que está acontecendo, e logo após o café da manhã analisa-se o que aconteceu, como as pessoas se sentiram, o que disseram e qual a relação disso com o que acontece no dia a dia.
7. o observador que fez as notas deve intervir quando constatar que as coisas se passaram de um jeito diferente do que está sendo dito.8. na seqüência o coordenador deve fazer uma reflexão sobre o tema, chamando atenção para a necessidade das pessoas se comprometerem diante da injustiça social.
EducaÇÃo infantil
1) passar amor
objetivos: a brincadeira do passa amor pode ser utilizada nos encontros que falem sobre partilha, valorização da pessoa humana,
material: confeccione um coração de cartolina em um tamanho que fique escondido no meio de nossas mãos.
como fazer:1. essa brincadeira na verdade é o conhecido passa anel, só que em vez de passarmos um anel iremos passar um coração. 2. sorteia-se a pessoa que via passar o coração. 3. as outras sentam-se lado a lado, com as mãos fechadas (como para rezar) no colo.4. a que está com o coração entre as palmas das mãos começa a passá-io, ou seja, finge que põe o coração na mão de cada um dos participantes, na verdade, só deixa cair na mão de um. 5. quando acaba, abre as mãos mostrando que já não está mais com o coração. 6. ao terminar, a pessoa pergunta a um dos participantes: quem está com jesus no coração?
7. se a pessoa acertar, vai passá-io na vez seguinte.
8. dessa forma os integrantes aprendem brincando que jesus está em todas as pessoas e que é necessário enxergamos sua presença no irmão, todas as pessoas podem partilhar amor

Um comentário: