sábado, 10 de abril de 2010

Lamentações e Gemidos da Criação

Autor: Hermes C. Fernandes

Que gemidos são esses que ouço?
De onde vem tanta tristeza?
Não vem de algum calabouço.
Vem da irmã natureza.

Em qualquer lugar do planeta,
pode-se ouvir seu choro
E até um remoto cometa,
une sua voz ao coro:

Até quando terei que conviver
Com este vírus tão duro e cruel?
Se minha sina é pra sempre sofrer
Que a terra se queime, e só reste o céu

A humanidade sem
Deus é um vírus letal
Onde chega se espalha e destrói,
Sua ganância é qual ferrugem no metal
Fogo que queima a palha, como dói.

Não posso assistir calada
Enquanto o vírus se prolifera
Quem disse que não é minha alçada?
Alguém tem que domar esta fera

O mundo precisa de cura
Onde encontrar a vacina?
A boa nova simples, pura
Já não se encontra em
qualquer esquina

Nenhum comentário:

Postar um comentário