SOCIOLOGIA INDIVIDUO SOCIEDADE 1º Ano


O Individuo, sua história e a sociedade

O indivíduo nunca teve tanta importância nas sociedades como nos dias de hoje. Quando analisamos as diversas formas de sociedade e como elas se organizaram historicamente, percebemos que só na modernidade a noção de indivíduo ganhou relevância.
1. Quando nascemos, já encontramos prontos valores, normas, costumes e praticas sociais. Também encontramos uma forma de produção da vida material que segue determinados parâmetros.  Muitas vezes, não temos como interferir nem como fugir das regras já estabelecidas. Aqui, estamos falando de:

A) Nossas escolhas, seus limites e repercussões;
B) Das questões individuais às questões sociais
C) O que nos é comum
D) As diferenças no processo de Socialização
E) Tudo começa na família.

2. Podemos chamar de questões sociais alguns problemas que vão além de nosso dia a dia como indivíduos, que não dizem respeito somente a nossa vida privada, mas estão ligados à estrutura de uma ou de várias sociedades. É o caso do desemprego, por exemplo, que afeta milhões de pessoas em diversos grupos sociais. Aqui, estamos falando de:

A) Nossas escolhas, seus limites e repercussões;
B) Das questões individuais às questões sociais
C) O que nos é comum
D) As diferenças no processo de Socialização
E) Tudo começa na família.

3. Ao nascer, chega-se a um mundo que já está pronto, e essa relação como o “novo” é de total estranheza. A criança vai sentir frio e calor, conforto e desconforto, vai sorrir e chorar; enfim, vai se relacionar e conviver com o mundo externo. Para viver nesse mundo, ela vai aprender a conhecer seu corpo, seja observando e tocando partes dele, seja se olhando no espelho. Nesse momento ainda não se reconhece como pessoa, pois não domina os códigos sociais; é o “nenê”, um ser genérico. Aqui, estamos falando de:

A) Nossas escolhas, seus limites e repercussões;
B) Das questões individuais às questões sociais
C) O que nos é comum
D) As diferenças no processo de Socialização
E) Tudo começa na família.

4. Entender a sociedade em que vivemos significa saber que há muitas diferenças e que é preciso olhar para elas. É muito diferente nascer e viver numa favela, num bairro rico, num condomínio fechado ou numa área do sertão nordestino exposta a longos períodos de seca. Essas desigualdades promovem formas diferentes de socialização. Aqui, estamos falando de:

A) Nossas escolhas, seus limites e repercussões; B) Das questões individuais às questões sociais
C) O que nos é comum D) As diferenças no processo de Socialização
E) Tudo começa na família.

5. O ponto de partida é a família, o espaço privado das relações de intimidade e afeto, em que, geralmente, podemos encontrar alguma compreensão e refúgio, apesar dos conflitos. É o espaçõ onde aprendemos a obedecer a regras de convivência, a lidar com a diferença e a diversidade. Aqui, estamos falando de:

A) Nossas escolhas, seus limites e repercussões;
B) Das questões individuais às questões sociais
C) O que nos é comum
D) As diferenças no processo de Socialização
E) Tudo começa na família.

6. A relação indivíduo e sociedade é um dos eixos dos estudos sociológicos. Sobre esse assunto, um dos autores clássicos da Sociologia observa a primazia da sociedade e dos grupos sociais, que exercem determinado tipo de coerção sobre os indivíduos, fazendo-os assumir papéis sociais específicos em relação a determinados fenômenos particulares. Trata-se, nesse caso, de
    A) Karl Marx.     B) Max Weber.     C) Augusto Comte     D) Émile Durkheim.
    E) Herbert Spencer.
7. Os seres humanos vivem em sociedade e as relações que os seres humanos mantém vivendo em sociedade são chamadas de?

A) Relações sociais                           B) Relações raciais
C) Relações étnicas                        D) Relações antropológicas
E) Relações societárias

8. As relações sociais são essenciais para a formação de uma sociedade. Como são as relações sociais?
A) As relações sociais são dinâmicas e se transformam com as mudanças na sociedade.
B) As relações sociais são fixas e imutáveis, mesmo com uma mudança na sociedade.
C) As relações sociais são dinâmicas, porém não se transformam com as mudanças na
sociedade.
D) As relações sociais são estáveis, inócuas e hierarquizadas.
E) As relações sociais são dinâmicas, instáveis e não se transformam com uma mudança
na sociedade.

9. É praticamente inviável que o ser humano viva em sociedade. A partir dessa afirmativa, podemos concluir que:
A) O ser humano é um ser anti-social.
B) O ser humano é um ser social.
C) O ser humano é social, mas ao mesmo tempo é individualista.
D) O ser humano é um ser social,
porém só em períodos de dificuldade.
E) Nenhuma das respostas anteriores.

10. Para ________________________ os indivíduos devem ser analisados de acordo com o contexto de suas condicções e situações sociais, já que produzem sua existência em grupo. Para ele, a idéia de indivíduo isolado só apareceu efetivamente na sociedade livre de conconcorrência. O nome desse pensador:

A) Emile Durkheim      B) Karl Marx            C) Max Weber       E) August Comte
E) Nobert Elias.



Comentários

  1. 1 b
    2 d
    3 c
    4 b
    5 e
    6 c
    7 a
    8 a
    9 c
    10 b
    Lorrayne Carla Strelhow de Melo
    1ª ano

    ResponderExcluir
  2. 1 A
    2 B
    3 C
    4 D
    5 E
    6 D
    7 A
    8 A
    9 B
    10 B

    João V. Canal Pittol 14 e Fábio Henrique Schaeffer
    1 NOTURNO

    ResponderExcluir
  3. KAIO MESSIAS PEREIRA PAULISTA
    1)B
    2)D
    3)C
    4)B
    5)E
    6)C
    7)A
    8)A
    9)C
    10)B

    ResponderExcluir
  4. 1- A
    2- B
    3-C
    4-D
    5-E
    6-D
    7-A
    8-A
    9-E
    10-B
    Higor Koeler & Yuri S. de Deus

    ResponderExcluir
  5. 1)a
    2)c
    3)e
    4)d
    5)a
    6)b
    7)a
    8)a
    9)c
    10)a

    Nomes;Anastácia,Brayan e Alexsandro
    1,

    ResponderExcluir
  6. kaio messias pereira paulista
    1)B
    2)D
    3)C
    4)B
    5)E
    6)C
    7)A
    8)A
    9)C
    10)B

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O QUE CABE NO MEU MUNDO - Ensino Religioso

SUGESTAO DE DINAMICA