terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Poesia em papel almaço da venda




Para as crianças que não regressaram da Escola, no Haiti


A ouvir “Rondine al nido”

Esperei em vão mas não vieste

O regresso não teve mar brilhante

nem Ítaca nem Penélope

Andorinha

que o sol secou as asas

no pó do chão

A minha varanda está deserta

O silêncio ao redor

não é o do azul céu

não bate já com tuas asas

Não poderei beijaros teus cabelos crespos

a forma clara

do teu corpo negro, filho

ou filha que a escola me escondeu.


16/1/2010


via Confeitaria Cristã
Postado por Sammis Reachers em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário